Publicado em: segunda-feira, 29/08/2011

Bondes de Santa Tereza param de funcionar por tempo indeterminado

Em uma nota divulgada na noite deste domingo (28) o governador do Rio de Janeiro, Sérgio Cabral, determinou que fosse interrompido por tempo indeterminado o funcionamento do serviço de Bondes de Santa Tereza, na região central do Rio de Janeiro. O governador tomou essa decisão depois do acidente que ocorreu no último sábado (27) e acabou matando cinco pessoas e feriu mais de 50 que estavam no local. Na nota, Cabral também determinou que a Secretaria Estadual de Transportes deve a partir de agora conduzir um novo plano para modernização dos bondes do estado.

Ainda de acordo com a notificação, a Secretaria dos Transportes tem atenção e uma grande preocupação constantes com os bondes da região de Santa Tereza. O Conselho Regional de Engenharia e Arquitetura do Rio de Janeiro (Crea-RJ) realizou uma vistoria e detectou problemas nos freios do veículo, o que pode ter causado o acidente e o descarrilamento do bonde.

O governo do estado do Rio ainda suspendeu o pagamento da manutenção dos bondes nove dias antes do acidente deste sábado. A suspensão do pagamento ocorreu devido a um questionamento do Tribunal de Contas do Estado (TCE) sobre o contrato entre o estado e a empresa, que foi publicado no dia 18 de agosto no Diário Oficial do Rio de Janeiro, no entanto a Secretaria de Transporte não se pronunciou sobre a paralisação da manutenção.

O Bonde de Santa Tereza é um tradicional veículo que é usado por turistas e moradores na cidade, que liga o centro ao bairro de Santa Tereza.