Publicado em: sexta-feira, 10/06/2011

Bombeiros do Rio são libertados pela Justiça

Os mais de 400 bombeiros do Rio de Janeiro tiveram liberdade concedida pela Justiça na madrugada de sexta-feira (10).

O Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro (TJ-RJ) aceitou um pedido de habeas corpus e os 439 bombeiros que estavam detidos desde o último sábado tiveram liberdade concedida. A decisão foi emitida pelo desembargador Cláudio Brandão.

O pedido de habeas corpus foi impetrado por três deputados federais: Protógenes Queiroz (PC do B-SP), Alessandro Molon (PT-RJ) e Doutor Aluizio (PV-RJ). Na manhça de sexta os parlamentares se dirigiram ao quartel em Niterói, onde os militares estavam detidos para comunicar a decisão judicial.

Os 439 bombeiros foram detidos no último sábado após uma manifestação no quartel-central, em que pediam melhores salários, e que resultou em confronto com policiais do Bope. Na quinta-feira o governo do Rio de Janeiro informou que adiantaria o reajuste salarial a todos os membros da corporação.