Publicado em: terça-feira, 11/03/2014

Bolsas remanescentes do Prouni estão à disposição para candidatos interessados

Bolsas remanescentes do Prouni estão à disposição para candidatos interessadosEstão abertas as inscrições para concorrer a bolsas de estudos remanescentes em universidades particulares pelo Programa Universidade para Todos (Prouni). As matriculas para o processo são feitas pela internet, e visam preencher 50 mil bolsas de estudos ainda vagas. Serão duas etapas de inscrições.

A prioridade, até quarta-feira (12), é para estudantes que estavam inscritos em turmas que não tiveram o início das atividades por estarem incompletas, além de professor da rede pública. Para o profissional que optar por bolsas em cursos de grau de licenciatura, é dispensável a comprovação de renda, assim como não é preciso ter feito o ensino médio em escola pública nem sequer ter realizado o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem).

Depois desse prazo, podem se inscrever todos os interessados que tenham prestado o Enem a partir de 2010. Porém, é obrigatório que eles tenham obtido, em uma mesma edição, pelo menos 450 pontos na média das notas das provas, e a redação não pode ter sido zerada.

O prazo para comprovações de informações solicitadas é de dois dias subsequentes ao da inscrição, e esta regra é válida para todos os candidatos, sem exceção. Isso porque a instituição onde o candidato pretende concorrer a uma bolsa precisa entregar os dados ao Sistema Informatizado do Prouni (SisproUni) no primeiro dia útil após o fim desse prazo. As bolsas não preenchidas voltarão a ser oferecidas posteriormente.

Correção da redação do Enem 2013 estará disponível a partir do dia 20

A partir do próximo dia 20 serão liberados os espelhos com as correções das redações do Enem 2013. O acesso ao espelho poderá ser feito individualmente pelo candidato, utilizando a senha própria de acesso no site do Enem. Não há mais possibilidade de recurso para alterar a nota da avaliação.

O tema da redação da última edição do Enem foi “Efeitos da implantação da Lei Seca no Brasil”. Para evitar que os tradicionais “engraçadinhos” fizessem brincadeiras nos textos, as regras da correção foram mais rígidas que nas outras edições, e todos os textos foram revisados por pelo menos duas pessoas. Quem se aventurou de colocar piadinhas ou deboche que fugisse do tema teve a nota zerada.