Publicado em: sábado, 03/03/2012

Bolsas européias fecham em alta apoiadas por bancos

As ações europeias fecharam a sexta-feira (2) em alta. O setor financeiro, incluindo seguradoras e administradoras, contribuíram para elevar o preço de algumas ações. É o caso das ações da FTSEurofirst 300, que fechou em alta de 0,1%, terminando o dia em 1.087 pontos.

Na quinta-feira já havia tido um crescimento de 1,1%. Essa movimentação positiva nas bolsas de valores da zona do euro, é resultado da injeção de mais meio trilhão de euros feita pelo do Banco Central Europeu (BCE). Essa ação vai facilitar os financiamentos ao setor bancário e se soma as outras ações que já são feitas desde dezembro.

Na perspectiva de Jaspal Phull gerente da provedora de fundos Stenham Advisors, a LTRO (operação de refinanciamento de longo prazo) foi bastante positiva e pode ser considerada como a maior responsável pelo bom desempenho das ações. Embora o ano tenha iniciado com alguns administradores cautelosos, com o passar do tempo, eles começaram a aumentar suas alocações e estão dispostos a tomar mais risco mesmo com a crise econômica ainda bastante forte nos países europeus.

Entre as ações que somaram mais pontos e elevaram o valor das bolsas europeias está o banco de seguros holandês ING, pois suas ações subiram 3,1%. Outras empresas em alta são os bancos de investimentos BNP Paribas, que fechou com mais 1,5%, e o britânico Barclays, já que suas ações terminaram a semana com valorização de 2,1%.

Em Paris, o índice CAC-40 teve variação positiva de 0,04%, com 3.501 pontos. Em Londres, o índice Financial Times caiu 0,34%, fechando em 5.911 pontos. Em Frankfurt, o índice DAX perdeu 0,29%, terminando em 6.921 pontos. Em Madri, o índice Ibex-35 cresceu 0,18%, totalizando 8.563 pontos. Em Lisboa, o índice PSI20 mostrou valorização de 0,56%, elevando-se a 5.664 pontos. Em Milão, o índice Ftse/Mib teve alta de 0,43%, subindo para 16.902 pontos.