Publicado em: terça-feira, 04/10/2011

Bolsa encerra com queda de 2,93%

A Bovespa (Bolsa de Valores de São Paulo) começou a primeira semana de outubro em forte queda nesta segunda-feira (3). O mercado de ações foi influenciado pela nova onda de temor sore o calote da Grécia. O Ibovespa (principal índice da Bolsa paulista) perdeu 2,93% ao 50.791,53 pontos.

Esta é a menor pontuação diária desde o dia 8 de agosto, quando o índice recuou 9,08% e caiu abaixo dos 50 mil pontos. O giro financeiro do pregão foi de R$ 6,37%. No mesmo dia, o dólar comercial voltou a crescer e encerrou com alta de 0,56%, cotado a R$ 1,892 na venda.

Os destaques do pregão fincaram por conta da desvalorização da siderurgia do empresário Eike Batista, a MMX (MMM3), que perdeu 7,66% a R$ 6,51. A alta do dia ficou por conta das ações da TIM (TIMP3) que ganharam3,45% a R$ 9. Já nas ações de maior valor do Ibovespa, as preferencias da Petrobras caíram 3,61% a R$ 18,11 e das da Vale (VALE5) recuaram 2,5% a R$ 38,25.

No mercado internacional, o Dow Jones de Nova York encerrou com baixa de 3,36% e o S&P perdeu 2,85. Na Europa, o Financial Times de Londres encerou com queda de 1,03% seguidos pelo DAX em Frankfurt que recuou 2,28% e o CAC-40 de Paris que caiu 1,85%.