Publicado em: terça-feira, 03/04/2012

Blitz da Lei Seca será intensificada em São Paulo durante a Páscoa

As blitze da Lei Seca irão ser reforçadas durante o feriado da Páscoa na cidade de São Paulo, com um acréscimo de 30% na instalação de bloqueios. O rigor na fiscalização deverá ser mantido apesar da decisão do Superior Tribunal de Justiça (STJ), de que apenas é possível processar algum motorista criminalmente se for comprovado que ele estava dirigindo com uma concentração de álcool nas veias sanguíneas superior a 0,6 grama por litro. Para provar isso, o único modo é através dos exames que estão previstos na lei: exame de sangue e bafômetro.

As medidas contra quem insiste dirigir depois de beber têm sido aumentadas desde o início deste ano. Do dia 1º de janeiro até o dia 26 de março, 56.593 pessoas foram obrigadas a fazer o teste do bafômetro. Já no mesmo período do ano passado, foram 14.232, o que indica que houve um acréscimo de quase 300%. Para Joselito Sarmento de Oliveira Junior, major do Comando de Policiamento de Trânsito da Capital (CPTran), o sistema “drive thru”, quando o motorista não precisa estacionar o carro para fazer o teste do bafômetro, tem deixado os bloqueios mais rápidos, o que aumenta o número de pessoas que são submetidas ao teste.

Além disso, o setor de inteligência também tem realizado estudos a respeito dos locais com maior incidência de casos, visando a permanência da fiscalização nesses pontos. As regiões que ficam perto de bares, restaurantes e casas noturnas ainda são os alvos principais, inclusive durante a Páscoa. No feriado, a polícia contará com o reforço de parte do efetivo que atua no setor administrativo.

As blitze irão da noite de quarta-feira (4) e até o domingo (8) e deverão parar principalmente os homens, que equivalem a cerca de 76% dos avaliados. Quanto aos motoristas que são pegos dirigindo alcoolizados, a cada 10 multas que são aplicadas, sete delas são para homens.