Publicado em: segunda-feira, 06/01/2014

Blatter não poupa críticas aos atrasos em obras dos estádios brasileiros

Blatter não poupa críticas aos atrasos em obras dos estádios brasileirosEm entrevista à imprensa suíça no último domingo (5), o presidente da Fifa, Joseph Blatter, disse que o Brasil é o País com mais atrasos em obras desde que está na direção da principal entidade do futebol. De acordo com o dirigente, os brasileiros acabaram de se dar conta dos problemas dos estádios, entretanto, não crê em manifestações nas ruas ou nas próprias arenas, durante o evento.

Insatisfeito com os atraso, Blatter ressaltou que o Brasil teve sete anos para se preparar para o Mundial de 2014 e justifica a demora, dizendo que o País iniciou tarde demais a preparação. Os dizeres foram publicados na edição do último fim de semana do jornal suíço 24 Horas.

Em relação às probabilidades de manifestações nas ruas das cidades brasileiras durante a Copa do Mundo e as possíveis interferências no andamento da competição, Blatter afirmou que os brasileiros não interfiririam diretamente no futebol. O suíço mostrou conhecimento sobre os protestos ocorridos em 2013, ressaltando que tudo isso se iniciou pelos movimentos nas redes sociais, na mesma época do andamento da Copa das Confederações.

Por outro lado, o presidente da Fifa declarou que não havia propostas autênticas e concretas por melhorias, mas que isso deve ser mais organizado durante o Mundial deste ano. Ainda sobre os movimentos dos manifestantes, Blatter ressaltou que não acredita que o povo vá atrapalhar o futebol, já que segundo o dirigente, ‘o futebol é uma religião para o brasileiro’.

Copa do Mundo será disputada entre junho e a primeira metade de julho

A Copa do Mundo do Brasil de 2014 terá início no dia 12 de junho, data da estreia da Seleção Brasileira contra a Croácia, na Arena Corinthians, em São Paulo. A decisão será disputada no dia 13 de julho, no Estádio do Maracanã, no Rio de Janeiro.