Publicado em: quarta-feira, 07/05/2014

Bill Gates perde o posto de maior acionista individual da Microsoft

Bill Gates perde o posto de maior acionista individual da MicrosoftO homem mais rico do mundo, o norte-americano Bill Gates não é mais o maior acionista individual da Microsoft. Fundada em 1975, por ele e pelo colega da faculdade Paul Allen, a Microsoft é uma das maiores empresas do globo, no entanto, de acordo com a revista Forbes, Gates perdeu o posto de maior acionista individual da companhia no fim de abril ao vender 4,6 milhões de ações, sendo ultrapassado pelo ex-presidente da Microsoft, Steve Ballmer.

Atualmente Gates possui 330 milhões de ações, enquanto Ballmer detém 333 milhões. De acordo com o analista da FBR Capital Markets & Co., Daniel Ives, a venda dos ações é um reflexo do que vem ocorrendo com a empresa nos últimos anos. “A Microsoft tenta se adaptar no mercado em um cenário diferente do que vinha sendo apresentado há dez anos”, afirma.

Ballmer trabalha na Microsoft desde 1980, convencido por Bill Gates para abandonar a faculdade para seguir na empreitada e trabalhar na companhia. Entretanto, Bill Gates foi saindo aos poucos do comando da companhia, tanto que em 2000, passou o CEO a Steve.

Todos os anos a Bloomberg lança um ranking com os mais ricos do mundo e na última edição, Gates manteve-se na dianteira, com US$ 79 bilhões. Enquanto Ballmer se localiza na 39ª posição dentre os mais ricos do planeta, com US$ 18,9 bilhões. Diferente do que muitos acreditam, Gates detém certa de 4% da empresam, sendo que a Microsoft está avaliada em US$ 327 bilhões.

Bill Gates, o dono da Microsoft tem vendido cerca de 80 milhões de ações da empresa a cada ano nos últimos 15 anos. A Reuters prevê que se o ritmo continuar assim, ele não terá mais nenhuma ação na “gigante da informática” daqui a cinco anos.