Publicado em: terça-feira, 29/05/2012

Bento XVI está abalado com prisão de mordomo

Nesta terça-feira (29), o porta-voz da Santa Sé, o padre Federico Lombardi, afirmou que o papa Bento XVI se mostrou abalado com a prisão de seu mordomo, suspeito de vazar os documentos confidenciais do Vaticano. Com esta revelação, o porta-voz desmente os boatos de que os cardeais teriam sido interrogados sobre o caso.

Em uma entrevista coletiva de imprensa, o padre afirmou que o Papa está sofrendo, mas também deseja entender e tentar esclarecer a questão, na busca de encontrar a verdade sobre o vazamento dos documentos da Santa Sé. O porta-voz disse também que o papa já tinha pensando em fazer uma avaliação, pois uma comissão para fazer a investigação já tinha sido instaurada em janeiro.

Suspeito próximo a Bento XVI

O padre Lombardi afirma que Bento XVI “sente uma dor específica”, e que tem relação com Paolo Gabriele, o mordomo que trabalha nos aposentos papais desde 2006. O porta-voz afirma que Gabriele era uma pessoa próxima do papa, além de querido e respeitado por ele.

O porta-voz da Santa Sé também afirmou que muitas informações dadas pela imprensa italiana são falsas. Entre elas de que cinco cardeais teriam passado por uma interrogação e de que envelopes com os endereços dos destinatários dos documentos confidenciais tinham sido encontrados na casa de Gabriele.