Publicado em: sexta-feira, 02/10/2009

Bebês de hoje podem viver até 100 anos

Um estudo publicado no jornal médico The Lancet divulgou que mais da metade dos bebês que nascem hoje nos países ricos deverão viver até os 100 anos de idade. Isto é, se as atuais tendências de expectativa de vida continuarem as mesmas.

Além disso, o estudo sugere que, atualmente, os anos a mais de vida dos idosos são vividos com menos incidência de doenças e mais independência para as pessoas da terceira idade. Ou seja, se vive mais e melhor.

De acordo com essa pesquisa, em 1950, a probabilidade de se viver até os 80 ou 90 anos era de 15% para mulheres e de 12% para homens. Em 2002, esses números aumentaram para 37% e 25%.

A pesquisa foi realizada pelo Centro de Pesquisa sobre o Envelhecimento da University of South Denmark, que analisou dados de 30 países que mostram que a expectativa de vida vem crescendo desde 1840 e que não há sinais de interrupção na tendência.