Publicado em: quarta-feira, 19/10/2011

BC nega que informações sobre reunião do Copom vazaram

Após a divulgação de uma noticiai que a Comissão de Valores Mobiliários (CVM) estaria investigando o possível vazamento de algumas informações relacionadas a reunião do Comitê de Política Monetária (Copom), o Banco Central lançou uma nota oficial nesta terça-feira (18) aonde fiz que não é possível que exista a possiblidade de se ter um conhecimento prévio sobre as possíveis decisões tomadas em relação a nova decisão sobre a taxa básica de juros, a Selic.

De acordo com a nota do BC, a nova taxa será discutida somente no segundo dia do encontrado e é elaborada a partir da opinião da maioria dos membros que fazem parte do Copom, que é formato pelo presidente e direitos da entidade monetária.

A decisão é imediatamente informada a toda a sociedade, por meio de nota publicada no sítio do Banco Central na internet e no Sistema de Informações do Banco Central (Sisbacen). Assim, não é possível o conhecimento prévio da decisão”, afirma a nota.

Já o CVM alega que está averiguando se realmente existiu a liberação de informações consideradas privilegiadas da reunião que aconteceu em agosto, quando foi registro um moimento atípico no mercado futuro de juros. Em nota, a comissão disse que os contratos futuros é um valor mobiliários que é operado em bolsa. A autarquia acompanha regularmente a movimentação deste mercado e não comenta investigações em curso”, explica.