Publicado em: terça-feira, 13/03/2012

BBB 12: Globo ainda esconde e banca custos de Daniel

O ex-BBB Daniel Echaniz, eliminado da edição do BBB 12, acusado de cometer estupro nunca se pronunciou a respeito do caso. Desde que deixou a casa o modelo tem ficado escondido da imprensa em um hotel e custeado pela Rede Globo. De acordo com a sua advogada, não é permitido dar qualquer informação sobre o desenrolar da história. A Globo afirma que mantém a hospedagem de Daniel em segredo para preservar sua segurança, já que o caso gerou grande repercussão.

O caso começou quando cenas de intimidade entre Daniel e a gaúcha Monique resultaram na expulsão do participante porque ele teria tido relações sexuais com uma incapaz, já que a estudante aparentava estar desacordada durante a movimentação debaixo do edredom. Como não pôde retornar ao programa, o objetivo da defesa do modelo é livrá-lo das acusações feitas por parte do Ministério Público.

O episódio aconteceu ainda durante a primeira semana do programa, quando após uma festa, realizada no dia 12 de janeiro, Daniel e Monique protagonizaram cenas quentes debaixo do edredom. As imagens logo se espalharam na internet, levantando a suspeita de que a gaúcha estava desacordada, pois apenas o modelo estava se movendo. As acusações de um suposto estupro causou grande movimentação entre os internautas.

Na casa, Monique foi chamada ao confessionário para o que havia acontecido e ela garantiu se lembrar apenas de beijos e carícias entre ela e o modelo. O fato de a estudante não se lembrar de ter feito relação sexual aumentou ainda mais os boatos de estupro e a polícia do Rio de Janeiro abriu uma investigação, chegando a ir até a casa do BBB para ouvir os confinados.

Monique é chamada novamente para prestar esclarecimentos e horas mais tarde Daniel é expulso do programa, apesar de os dois terem negado ter ocorrido sexo entre eles. A única justificativa dada pela Globo foi a de que o modelo teve “comportamento gravemente inadequado”, sem maiores detalhes.

Desde então o modelo está afastado da mídia e seu nome é assunto proibido dentro da casa, assim como qualquer referencia ao ocorrido. Em algumas ocasiões os participantes receberam advertências ao citarem o assunto, como quando Rafa perguntou à Monique se ela seria chamada de novo ao confessionário, no dia seguinte em que ela ficou com Jonas. A gaúcha pediu para ele não falar nisso e contou que mais cedo sua atenção já havia sido chamada pelo mesmo motivo.