Publicado em: quarta-feira, 16/11/2011

Base móvel da polícia começa a funcionar na USP nesta quarta-feira

A Universidade de São Paulo (USP) contará, a partir desta quarta-feira, dia 16 de novembro, com uma base móvel da Polícia Militar dentro do campus, na Zona Oeste. Esta base irá substituir a viatura que realiza a ronda desde setembro, quando a parceria entre Polícia Militar e reitoria foi assinada para que houvesse reforço policial na região da universidade.

O objetivo da base móvel e tentar desenvolver um vínculo com os estudantes da USP, que saberão onde encontrar os policiais para fazerem ocorrências e denúncias. Ela será colocada nos portões um e dois, mudando a localização de maneira alternada. Nove policiais permanecerão dentro da universidade. O convênio assinado previa a instalação de duas bases móveis, sendo que a segunda ainda está sendo estudada.

Alguns estudantes, professores e funcionários da universidade se manifestaram no final do mês passado para que os policiais saíssem do campus da USP. Porém, uma pesquisa feita pelo Datafolha aponta que 58% dos universitários são favoráveis para que os policiais militares permaneçam na instituição. Para Wellington Venezian, comandante do policiamento, esta base poderá ajudar para que os estudantes não rejeitem tanto a presença dos policiais.

De acordo com o comandante, os policiais que trabalharão nesta base móvel irão receber formação específica para trabalharem com os estudantes. Ele afirma que os policiais receberão treinamento nas áreas de direitos humanos, respeito à pessoa e gestão de qualidade. O Diretório Central dos Estudantes (DCE) recrimina a instalação da base, acreditando que os policiais atuam de forma imperativa.