Publicado em: terça-feira, 09/07/2013

Barcelona vende David Villa para Atlético de Madrid por R$ 14,7 milhões a serem pagos em 3 anos

Barcelona vende David Villa para Atlético de Madrid por R$ 14,7 milhões a serem pagos em 3 anosO Barcelona anunciou a venda do atacante David Villa para o Atlético de Madri através do site oficial da equipe durante a segunda-feira (8). O jogador que foi um dos grandes jogadores da Copa do Mundo de 2010 chegou a ser negociado por apenas € 5,1 milhões (aproximadamente R$ 14,8 milhões). Este valor foi quebrado em € 2,1 milhões a ser pago durante esta temporada, e € 2 milhões caso o atleta continue no clube colchonero na temporada 2014/2015 e mais € 1 milhão caso continue na temporada 2015/2016. Fora isso, o Barça terá 50% dos direitos para que possa ter ganhos em um transferência no futuro. O problema é que o jogador completará 32 anos no mês de dezembro.

Villa foi contratado por uma quantia que chegou a € 40 milhões no Valencia um mês antes da Copa do Mundo de 2010 e agora Villa deixa a equipe do Barça em baixa. Em 119 jogos ele marcou apenas 48 gols (média de 0,40 por partida). Sendo 33 durante o Campeonato Espanhol, 8 durante a Liga dos Campeões, inclusive um na final da temporada de 2010/11 contra o Manchester United em Wembley, seis durante a Copa do Rei e um durante a Supercopa da Espanha. Para a próxima temporada, Villa iria ter que concorrer com o brasileiro Neymar pela posição.

O site da equipe aponta que existe a possibilidade de que David Villa já enfrente logo o ex-clube. A equipe do Barça é atual campeã do Campeonato Espanhol e vai enfrentar o Atlético de Madri, que ganhou a Copa do Rei, durante a Supercopa da Espanha, no mês de agosto.

Na equipe do Atlético, Villa aparece como substituto do colombiano Falcao García, que chegou a ser negociado com a equipe do Monaco por € 60 milhões (aproximadamente R$ 174 milhões) no começo da janela de transferências. O atleta brasileiro Leo Baptistão, que pertencia ao Rayo Vallecano, é outro atacante da equipe comandada por Diego Simeone.