Publicado em: quarta-feira, 19/02/2014

Barcelona vence fora de casa e se aproxima das quartas de final da Champions

Barcelona vence fora de casa e se aproxima das quartas de final da ChampionsNa tarde desta terça-feira, 18 de fevereiro, o Barcelona foi à Inglaterra enfrentar o Manchester City, na primeira partida das oitavas de final da Champions League de 2014. Apesar da pressão da torcida inglesa e da boa qualidade do adversário, a equipe catalã conseguiu uma ótima vitória, por 2 a 0, e ficou muito próxima de chegar às quartas de final da competição.

Inteligência

O técnico Tata Martino, que assumiu o Barcelona no início da temporada, costuma receber críticas constantes em relação à sua capacidade de fazer com que a equipe jogue de maneira inteligente. Nesta terça-feira, o treinador argentino mostrou que, além da aplicação tática, o seu Barcelona também pode atuar com muita inteligência. Logo na definição do esquema tático, o Barça saiu na frente do rival, dominando completamente a região intermediária do campo.

Domínio

Como se tornou costume nos últimos anos, os números da partida demonstram claramente o domínio do Barcelona em campo. Os catalães tiveram sete chances de gol, contra quatro do City. O Barça ficou com 62% de posse de bola, contra 38% dos adversários. Em números de ataques perigosos, os visitantes conseguiram quase o dobro: foram 34 contra 18. O City, que muitas vezes aposta nas jogadas aéreas, conseguiu apenas um escanteio a seu favor, já nos minutos finais da partida.

Na véspera da partida, o técnico Manuel Pellegrini afirmou que gostaria de ver o Manchester City disputando de igual para igual com o Barcelona. Contudo, Pellegrini escalou um time defensivo demais, com três volantes em campo (Kolarov, touré e Fernandinho). Assim, o time da casa se mostrou retraído nos primeiros minutos de jogo, dando ao Barcelona o controle psicológico da partida.

Com a formação defensiva e a superioridade conquistada pelo Barça logo no início, o City chegou até mesmo a ser vaiado por sua torcida, algo raro nos últimos tempos.

Gol polêmico

O Barcelona não precisava, mas acabou contando com uma ajuda da arbitragem nos primeiros minutos da etapa final, após um primeiro tempo sem gols. Primeiro, Navas foi desarmado na intermediária, com falta ignorada pelo árbitro da partida. Messi recebeu o passe, correu em direção ao gol e foi derrubado por Demichelis. A falta rendeu o cartão vermelho bem aplicado ao defensor do City. Contudo, o árbitro marcou pênalti, mas a infração aconteceu fora da área.

O próprio Messi foi para a cobrança e converteu. Com um jogador a menos em campo, os ingleses ainda tentaram sair em busca do empate, melhorando após a entrada em campo de Dzeko, mas o Barcelona mantinha o controle psicológico do jogo.

O resultado era ruim para o City, mas ainda ficaria pior: já no último minuto de jogo, Neymar encontrou Daniel Alves na área, que ampliou a vantagem catalã. Agora, o Barcelona pode até perder por um gol de diferença, jogando em casa, para se classificar para as quartas de final da competição. A partida de volta acontece apenas no dia 12 de março, em Barcelona.