Publicado em: terça-feira, 13/12/2011

Bandeira da Palestina é hasteada pela primeira vez na Unesco

A bandeira da Palestina foi hasteada pela primeira vez nesta terça-feira (13) na sede da Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco), em Paris, sendo que está é a única agência da ONU que reconheceu a nação como estado pleno e membro da entidade. A cerimônia marcou a adesão formal à Unesco e a Autoridade Nacional Palestina (ANP) continuar lutando para que seja reconhecida nas Nações Unidas.

O presidente da ANP, Mahmud Abbas, afirmou “é emocionante ver nossa bandeira hasteada hoje (terça-feira) em uma sede da ONU. Nossa admissão hoje (terça-feira) é motivo de orgulho. A Palestina, a terra onde as civilizações se encontraram (…) volta a renascer. Apesar de todas as dificuldades impostas pelo bloqueio, sempre conservamos nosso patrimônio”. O discurso de Abbas foi realizado depois que a bandeira já havia sido hasteada e durante a cerimônia do evento.

Na mesma ocasião, a diretora-geral da Unesco, Irina Bokova, declarou “a admissão na Unesco é uma oportunidade de demonstrar que a paz também é construída com a educação e a cultura”. A adesão da Palestina à Unesco aconteceu em 31 de outubro com o voto da Conferência Geral da organização. O resultado desagradou os Estados Unidos e Israel, sendo que o primeiro cortou o orçamento destinado à Unesco.

A justificativa do governo norte-americano para ter cortado o financiamento à entidade é uma lei que determina que nenhuma doação pode ser feita aos órgãos que reconhecem a Palestina antes de existir um acordo de paz entre a mesma e Israel.