Publicado em: quinta-feira, 14/07/2011

Banda Larga Popular: Telebrás fecha acordo com Eletronorte para viabilizar PNBL

Dando continuidade ao processo de instalação da estrutura necessária para garantir o funcionamento do Projeto Nacional de Banda Larga (PNBL), a Telebrás fechou um acordo com a Eletronorte para atender a região Norte do país. Os estados beneficiados pelo acordo vão ser o Maranhão, Pará, Amapá, Acre, Rondônia, Mato Grosso e oeste de Goiás, que devem estar com o serviço pronto dentro de seis a oito meses.

Em entrevista concedida a Agência Estado, de acordo com o presidente da Telebrás, Caio Bonilha, “isso permitirá começarmos a botar em operação o plano em um tempo mais rápido, garantindo o acesso das pessoas até que a nossa rede esteja pronta.” Outro contrato que foi fechado no começo dessa semana é com a empresa TIM, que tem o diferencial de oferecer internet móvel aos clientes.

O acordo fechado entre a Telebrás e a Eletronorte é o mesmo firmado com a TIM, no sentido de permitir o uso recíproco das tecnologias existentes. Nesse sentido, as redes de fibras óticas podem ser compartilhadas, mas falta a instalação dos pontos de presença, que deve ser feito pela Telebrás. Com isso, o governo evita gastar dinheiro com estruturas que já estão prontas e em funcionamento, mas que pertencem a outros grupos.

O PNBL visa oferecer o plano que ficou popularmente conhecido como a internet popular. Quem optar por ser cliente desse pacote vai pagar a mensalidade de R$35,00 e receber a internet com velocidade de 1mbps. Porém, a capacidade de download é limitada, sendo que permite o recebimento de 500 MB por mês.