Publicado em: sexta-feira, 01/07/2011

Banda larga popular: Anúncio do PNBL incentiva aumento de ações da Telebrás

Após o anúncio oficial que o Governo Federal fechou o acordo entre as operadoras telefônicas para disponibilizar a banda larga popular dentro de 90 dias, as ações da empresa Telebrás tiveram alta de mais de 40% ainda hoje (01). Com a perspectiva que dentro desse prazo será só o começo para cumprir com a determinação de ter 100 municípios incluídos no programa, a expectativa é que até 2014 todo o país esteja funcionando com essa internet.

A princípio, a velocidade da internet será de 1 mbps. Seguindo também o desenvolvimento planejado até 2014, a qualidade do serviço deve ser quintuplicada até o mesmo ano. O objetivo é fazer com que a velocidade suba de 1 para 5 mbps. Desse modo, o serviço não será somente uma opção mais barata, mas também um contrato de qualidade com as empresas de telefonia.

De acordo com o ministro das comunicações, Paulo Bernardo, um dos motivos para determinar a implantação do Programa Nacional de Banda Larga é que 70% das famílias brasileiras não tem internet em casa. Com a tecnologia se transformado em um novo meio de comunicação, o acesso é uma maneira de garantir a democratização da informação e o direito à liberdade de expressão.

Outra possibilidade que pode ser usada para ampliar mais rapidamente a inclusão dos municípios no serviço é a Eletrobrás atuar em conjunto com a Telebrás. Assim,a produção de fibras óticas vai ser maior e as redes serão instaladas em tempo menor. O dinheiro público não está sendo usado no desenvolvimento do projeto.