Publicado em: segunda-feira, 15/08/2011

Banco Mundial alerta sobre nova zona de perigo

Neste domingo, o presidente do Banco Mundial (BM), Robert Zoellick, alertou sobre os rumos da nova crise econômica. Para ele, as economias e os mercados passam por uma “nova zona de perigo”, resultante da diminuição da confiança na “liderança econômica de países chaves”.

O assunto foi abordado durante a o jantar anual da Sociedade Asiática, em Sydney, na Austrália. Na apresentação, Zoellick apresentou que o momento é referente a combinação de fatores de fragilidade que já existiam e são sendo somados a perda de confianças os principais investidores em frente aos problemas encontrados na Europa e nos Estados Unidos.

O presidente pediu aos mercados que faça a devolução da confiança como um sinal que se traduz na “confiança dos empresários e consumidores”. No evento, ele afirmou que a compra de bônus por parte do Baco Central Europeu nos país do euro que estão com problemas devido ao mercado de dívida devem solucionados, porém.

Zoellick aproveitou para explorar os países em crescimento. “Cerca de metade do crescimento se deve aos mercados emergentes”, diz. Para eles, estas nações apresentam uma maior oportunidade de crescimento e resistência aos efeitos da nova crise.