Publicado em: quinta-feira, 21/02/2013

Banco do Brasil tem lucro recorde e atinge R$ 12,2 bilhões em 2012

Banco do Brasil tem lucro recorde e atinge R$ 12,2 bilhões em 2012A maior instituição financeira do país, Banco do Brasil (BB), fez anúncio durante anunciou nesta quinta-feira (21) que em 2012 teve lucro líquido recorde que chegou a R$ 12,2 bilhões, um número 0,7% superior aos R$ 12,1 bilhões que foram registrados no ano de 2011.

Se for considerado apenas o último trimestre do ano passado, o lucro líquido do BB chegou a R$ 4,0 bilhões, um aumento de 45,5% com relação ao terceiro trimestre e 33,5% a mais do que o mesmo período no ano de 2011.

A carteira de crédito teve ampliação, que pode incluir garantias que foram prestadas e títulos e valores privados de móveis, que fez com que fosse atingido R$ 581 bilhões no mês de dezembro, aumento de 24,9% nos últimos 12 meses e participação de 20,4% de todo o mercado do país.

A quantidade de inadimplência nas operações que venceram há mais de 90 dias chegou a atingir 2,05% sobre a carteira de crédito, que foi menor que os 2,19% que foram registrados durante o mesmo período em 2011. O banco dá destaques e diz que o resultado esteve abaixo dos 3,64% que eram registrados no Sistema Financeiro Nacional.

Os ativos do BB chegaram a alcanças R$ 1,15 trilhão no mês de dezembro, 17,2% a mais com relação ao período em 2011 e 4,2% na relação com setembro de 2012. O banco avaliou através de um comunicado que a expansão na carteira de crédito foi o grande fator para que houvesse crescimento no ano.

Porém, o Banco do Brasi contou com despesas de provisões nas perdas de devedores duvidosos no valor de R$ 21,2 bilhões no ano passado, valor superior aos R$ 19,0 bilhões que foram registrados em 2011.

Crédito por segmentos

O crédito para as pessoas físicas chegou a atingir R$ 115,6 bilhões no final de dezembro, aumento de 25,9% em um ano. O segmento das pessoas jurídicas teve uma grande expansão, tendo a carteira de crédito ficado 30,3% superior nos últimos 12 meses, com saldo estando em R$ 273,8 bilhões no fim do ano passado.

Para o Banco do Brasil, o destaque ocorre em operações com capital de giro, que tiveram aumento de 39,7% nos últimos 12 meses e 17,3% com relação ao terceiro trimestre de 2012.

Já em operações das micro e pequenas empresas terminaram o ano tendo crescimento de 30,7% com relação ao período de 2011, já as médias e as grandes empresas tiveram alta de 30,1% em 2012.

Fora isso, o crédito dos imóveis, ramo em que o BB começou a ter operações no ano de 2008, terminou 2012 tendo saldo de R$ 12,9 bilhões, um aumento de 68,5% nos últimos 12 meses.