Publicado em: quarta-feira, 28/12/2011

Banco do Brasil deve aumentar concessão de crédito imobiliário em 2012

O Banco do Brasil pretende reforçar a concessão de crédito imobiliário em 2012. O banco deverá fechar o ano de 2011 com um estoque de R$ 7,7 bilhões em financiamento de imóveis, o que representa um aumento de 126% em relação ao acumulado em dezembro de 2010. De acordo com o vice-presidente de Negócios de Varejo do BB, Paulo Caffarelli, existe ainda uma margem de R$ 5 bilhões para aumentar esse valor.

“Passamos muitos anos sem ter financiamento imobiliário e ainda temos margem para crescer”, afirmou Caffarelli. Ele ainda acrescenta que o país tem um déficit de 8 milhões de famílias sem casa própria. O BB conquistou a quinta posição em financiamento imobiliário no país, ultrapassando os bancos HSBC, CEF, Itaú Unibanco, Santander e Bradesco.

Entre alguns motivos para uma adesão ainda baixa está a falta de informação sobre os programas e taxas praticadas pelo banco e atendimento. A estratégia estabelecida para suprir essa questão é focar mais no relacionamento com os atuais clientes, criando um tipo de ‘fidelidade’. O foco não estará na aquisição de novos clientes.

O BB também começará a ampliar a concessão de financiamentos a construtoras, que atualmente acumula apenas 20% do valor operacionalizado. 2,3 mil construtoras já estão cadastradas e mais de 750 têm limite de crédito. Caffarelli ainda conta que o BB tem mostrado aos clientes “agilidade e velocidade na liberação de crédito imobiliário”.