Publicado em: quinta-feira, 26/01/2012

Banco Central dos EUA cria meta para inflação em 2012

O Federal Reserve (Banco Central dos estados Unidos) optou por uma medida histórica e publicou nesta quarta-feira (25) que está adotando uma meta para inflação de 2%. Esta é a primeira vez que o Fed publica de forma oficial um teta para a inflação.

Essa forma, o Fed passa a adotar de uma policia alinhada aos demais bancos centrais do mundo, como o do Brasil, que adota a Selic, taxa básica de juros, desde o ano de 1999.

“Comunicar essa meta de inflação claramente ao público ajuda a manter a expectativa de longo prazo de inflação firmemente ancorada, com isso promovendo a estabilidade de preços e taxas de juros de longo prazo moderadas, e melhorando a capacidade do comitê de promover o máximo de emprego face às significativas turbulências econômicas”, disse o Fed em seu comunicado oficial.

O presidente da instituição, Ben Bernanke comentou que adotar uma taxa alta possibilita que s juros sejam reduzidos a zero por cento até o ano de 2014, que é o objetivo do Fed. “Ao longo do tempo, uma taxa de inflação mais alta reduziria a capacidade do público de tomar decisões econômicas e financeiras de longo prazo precisas, ao passo que uma taxa de inflação mais baixa pode ser associada com uma elevada probabilidade de cair para deflação, o que pode levar a significativos problemas econômicos”, explicou.