Publicado em: segunda-feira, 19/03/2012

Aziz Ab’Saber morre aos 87 anos

Aziz Ab’Saber, um dos mais importantes geógrafos do país, morreu na última sexta-feira (16), aos 87 anos de idade. Ele era presidente de honra da Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência (SBPC), membro da Academia Brasileira de Ciências e professor emérito da FFLCH e do IEA (Instituto de Estudos Avançados da Universidade de São Paulo). De acordo com informações divulgadas pelo SBPC, a causa da morte foi um infarto que ele sofreu dentro de casa.

Ab’Saber, um dos maiores e mais respeitados pesquisadores do Brasil, nasceu na cidade de São Luiz do Paraitinga, no interior de São Paulo, em 1924. Ele virou referência no que diz respeito aos assuntos relacionados a impactos ambientais e meio ambiente. Atualmente, ocupava cargo no IEA/USP, mas já foi presidente do SBPC entre 1993 e 1995. De acordo com as duas instituições, o geógrafo trabalhou normalmente até o dia anterior ao de sua morte. Ele havia entregado à SBPC uma série de DVDs com toda sua obra.

O pesquisador conquistou uma série de prêmios durante toda sua carreira. Em 1997 e 2005 recebeu o Prêmio Jabuti em ciências humanas e, em 2007, o mesmo prêmio em ciências exatas. Em 1999, foi premiado com o Almirante Álvaro Alberto para Ciência e Tecnologia, que é dado pelo Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq). Dois anos depois, recebeu o Prêmio Unesco para Ciências e Meio Ambiente, além de receber, da Academia Brasileira de Ciências, a Medalha de Grão-Cruz em Ciências da Terra.

Ainda será lançada o último trabalho inédito do geógrafo, o terceiro volume da série “Leituras Indispensáveis”, que traz algumas das pesquisas de Ab’Saber.