Publicado em: terça-feira, 03/07/2012

Avenida Brasil – Janaína revela a Jorginho que Max planejou assalto

Jorginho começa a ligar os pontos e desconfia que Max esteja envolvido com a tentativa de assalto ao cofre da mansão. Com essa desconfiança, o jogador procura Janaína e a coloca na parede, questionando a empregada sobre o que ela sabe. Mas a faxineira não consegue disfarçar o nervosismo e debaixo de muito choro revela o envolvimento do filho.

Além disso, ela não deixa Lúcio sozinho com a culpa e conta também para Jorginho que a armação foi toda planejada por Max. Mas, depois da revelação, ela pede para que Jorginho guarde esta informação, por ter medo de que o filho vá parar na cadeia, como já aconteceu e ela precisou contar com Nina para soltar Lúcio da prisão.

Paloma descobre que Cadinho é seu pai

Nina não consegue justificar para Jorginho o seu envolvimento com Max e ele afirma que irá revelar toda a verdade para sua família. Tufão resolve procurar Lucinda e quase vê Nina no mesmo lixão. Apesar do fim da relação, Débora fica preocupada com Jorginho.

Monalisa, sofrendo com a saída do filho de casa, pede para Olenka não a deixar sozinha. Tufão encontra o filho e o leva para casa. Max trata Carminha mal mais uma vez. Diógenes perde a cabeça quando o olheiro Tavinho explica que não irá negociar o passe de Roni por conta de sua opção sexual. Janaína revela para Jorginho que seu filho ajudou Max no assalto a mansão. Paloma escuta sua mãe conversando com Cadinho e descobre que ele é seu pai.

Olheiro questiona sexualidade de Roni

O jogo do Divino foi um sucesso, já que o time conseguiu vencer a disputa e ainda mostrar todo o talento de seus principais jogadores. Como Jorginho não foi ao treino, o grande destaque foi Roni, que conseguiu chamar a atenção do olheiro que acompanhava a partida.

Depois do jogo, enquanto todos comemoram a vitória, graças ao gol de Roni, Diógenes procurar o olheiro para discutir a possibilidade de contratar seu filho num time de primeira divisão. O olheiro fica sem graça e afirma que Roni está fora do padrão de um time familiar.

Com isso, o olheiro perde a vergonha e afirma que o rapaz não anda com mulher e nenhum time gostaria de ter um jogador gay no vestiário. Diógenes perde a cabeça e parte para cima do olheiro.