Publicado em: quarta-feira, 12/02/2014

Autoescolas têm de instalar simulador até junho

Autoescolas têm de instalar simulador até junhoO Contran (Conselho Nacional de Trânsito) decidiu, nesta terça-feira, após reunião entre sua cúpula, estipular um prazo máximo para que as autoescolas de todo o Brasil passem a utilizar um simulador de direção. A nova regra é válida para todos os motoristas que desejam obter a carteira de habilitação da Categoria B, ou seja, automóveis e veículos comerciais leves.

Legislação

A obrigação do uso dos simuladores foi definida através da resolução 444/13, que entrou em vigor em janeiro deste ano. De acordo com a assessoria do Ministério das Cidades, o equipamento já vem sendo utilizado em São Paulo, Acre e Rio Grande do Sul.

Segundo o Ministério das Cidades, o conselho do Contran optou por estipular um prazo final para a instalação dos equipamentos após avaliar relatórios enviados pelo Departamento Nacional de Trânsito. De acordo com o Ministério das Cidades, embora a lei esteja valendo desde janeiro, ainda é preciso dar um tempo maior para que algumas adequações técnicas sejam realizadas.

Equipamentos

A instalação dos simuladores de direção não é tarefa das mais fáceis. Além do equipamento em si, também é necessário fazer outras adequações técnicas. Em caso de autoescolas de menor porte, por exemplo, estão sendo construídos centros com simuladores compartilhados, que permitem que várias autoescolas utilizem o mesmo espaço para a formação de condutores.

A partir de agora, o Departamento Nacional de Trânsito fará visitas técnicas regulares, para avaliar a implantação dos simuladores. As informações serão repassadas para o Contran, que decidirá se os equipamentos estão prontos para serem utilizados ou se precisarão passar por mais adequações.

Prazos

O Contran avaliou que, em doze estados brasileiros, foram identificadas dificuldades técnicas para a instalação dos equipamentos. Outro problema identificado, que contribuiu para o aumento do prazo de adequação, foi o excesso de demanda pelos simuladores, que fez com que as fábricas do equipamento esgotassem seus estoques. Por isso algumas autoescolas do país, embora possuam toda a estrutura adequada – além da verba necessária -, ainda não conseguiram instalar os simuladores de direção.

A exigência da instalação de simuladores de direção foi adiada nesta terça-feira, 11 de fevereiro, após o plenário da Câmara suspender a resolução 444, que obrigava que os equipamentos começassem a ser utilizados já em janeiro. A votação na Câmara passou com facilidade, por 321 votos a 4.

O simulador

Quando os simuladores forem obrigatórios em todo o território nacional, os alunos terão de passar por 150 minutos de treinamento nas máquinas, divididos em cinco aulas de meia hora cada. Os equipamentos oferecem simulação para diversos elementos dos veículos, como circulação em ruas e estradas, mudança de marchas, situações climáticas distintas, congestionamentos e outros. O simulador só pode ser utilizado pelas autoescolas após os futuros condutores passarem pelas aulas técnicas e teóricas, e antes da aplicação do exame teórico.

No momento, o prazo final para que todos os centros de formação de condutores do país se adequem às novas normas é dia de 30 de junho. Todos os equipamentos devem ser homologados pelo Detran.