Publicado em: segunda-feira, 14/04/2014

Audiência em queda pode tirar Jayme Monjardim da direção de ‘Em Família’

Audiência em queda pode tirar Jayme Monjardim da direção de 'Em Família'Não é de hoje que o clima nos bastidores da novela Em Família vai de mal a pior. Não bastassem os mal entendidos devido ao comportamento do ator Gabriel Braga Nunes, o fantasma da baixa audiência continua rondando a trama de Manoel Carlos, que conta a história de sua última Helena.

Agora o novo assunto no Projac, a central de produção da Rede Globo, é a possibilidade de afastamento do diretor de núcleo da trama, Jayme Monjardim. O afastamento seria uma consequência da insatisfação da emissora com os índices que a novela vem atingindo na audiência, cada vez mais baixos.

Conforme foi publicado em um jornal, a incerteza de seu futuro como diretor de núcleo vem deixando Jayme Monjardim cada vez mais apreensivo com seu trabalho.

Entre as causas para tirar Monjardim de seu posto atual como diretor de núcleo está o fato de que Em Família ainda não conseguiu emplacar. Além disso, existe o fato da polêmica sobre a diferença gritante de idade entre os atores que foram escalados para os papeis.

A atriz Natália do Vale, por exemplo, vive a mãe de Helena, interpretada por Julia Lemmertz, quando a duas tem apenas 10 anos de diferença entre elas.

Algumas mudanças na trama estão sendo exigidas pelo departamento de desenvolvimento artístico da Globo, como uma forma de reconquistar o público do horário.

Entre as sugestões está explorar mais o romance entre Luiza e Laerte, além de apostar mais em polêmicas e brigas entre os personagens, como Nando e Jairo e uma briga entre Laerte e Verônica que terminará com tapa na cara.

Outro ponto que tem afastado o público é o excesso de personagens doentes, com dramas muito sérios para serem resolvidos, enquanto a novela não conta com qualquer núcleo de mais leveza e comédia.

Caso o diretor de núcleo seja mesmo afastado, essa será a segunda ocasião em que Jayme Monjardim enfrenta esta situação. No ano de 2005, ele saiu da direção da novela de Gloria Perez, América, devido a outras polêmicas, sendo substituído por Marcos Schechtman.