Publicado em: terça-feira, 28/01/2014

AT&T afirma que não tem intenção de fazer oferta por Vodafone

AT&T não tem intenção de fazer oferta por VodafoneA AT&T, empresa de telefonia móvel dos Estados Unidos, declarou hoje que não pretende comprar nos próximos seis meses a Vodafone. A declaração foi feita depois que alguns questionamentos foram feitos por uma comissão do governo britânico, falando sobre as aquisições que foram motivadas após meses de especulação.
Depois que o presidente-executivo da AT&T afirmou publicamente que grandes oportunidades para investir na rede de internet móvel estavam por vim, os rumores de que a companhia estava interessada em fazer um acordo com a Vodafone só aumentou.

A segunda maior empresa de telefonia móvel dos Estados Unidos informou por meio de um comunicado feito à bolsa de Londres, que não pretende oferecer nada para a Vodafone. Porém, as circunstâncias podem mudar isso, principalmente se um terceiro interessado brigar pelo caso.

Na declaração, a AT&T disse que sabe da recente especulação sobre uma potencial transação que envolve a Vodafone, mas, que a AT&T afirma que a empresa não tem intenção de fazer uma oferta para a companhia.

Na manhã de hoje na bolsa de Londres, as ações da Vodafone estavam caindo 5,4%, ou seja, o seu valor de mercado estava em aproximadamente £ 107 bilhões (US$ 177 bilhões).

De acordo com o analista do Espírito Santo Investment Bank, Robert Grindle, que chegou a rebaixar a sua recomendação para a companhia na última semana, falou que aposta que a AT&T conseguiu perceber que a Europa não era mesmo uma região com facilidade para entrar, pois a competição pressionando os preços é muito grande.

Além disso, ele declarou que o grupo ainda pode voltar assim que perceber que de que as negociações voltaram a estabilizar.
Nos Estados Unidos, a AT&T, é segunda maior operado dos EUA, ficando atrás apenas de Verisson Wirelles, a joint-venture onde a Vedafone já está vendendo sua participação por mais de US$ 130 bilhões.