Publicado em: quarta-feira, 07/05/2014

Atriz Priscila Fantin conta sobre fase depressiva

Atriz Priscila Fantin conta sobre fase depressivaDepois de superar a fase difícil em que ficou em depressão, a atriz Priscila Fantin abre o jogo e conta como lidou com a situação. Ela firma que a doença da mente funciona como um chamado que a pessoa não consegue identificar qual a origem. Priscila precisou recomeçar a vida para não desistir da carreira de atriz.

Priscila teve coragem em assumir a depressão. Ela ficou nada menos do que quatro anos longe da televisão. A atriz conta que não consegue entender os motivos que a levaram à depressão nem mesmo aqueles que a curaram.

A atriz saiu cedo de casa para começar a trabalhar. Priscila iniciou a vida adulta já aos 16 anos. Mas, ela confessa que passou a sentir falta de vivenciar outras experiências pessoais. Talvez esse tenha sido o ponta pé inicial das crises depressivas.

Priscila cresceu na capital Belo Horizonte e as amigas de infância permaneceram lá enquanto ela precisou se mudar de cidade. A atriz conta que trabalhava muitas horas por dia e a vida pessoal acabou sendo deixada de lado. Ela acredita nessa possibilidade para o início da depressão até porque ela não conseguia equilibrar o tempo.

Além disso, a atriz explica que o corpo produzia pouca serotonina, substância que causa a sensação de prazer e felicidade no ser humano. Ela trabalhava muito e sentiu saudade da vida que levava em Minas Gerais. No ano de 2008, Priscila Fantin foi protagonista da novela da Rede Globo chamada “Sete Pecados”. Na época, ela recebeu o diagnóstico de depressão crônica. Foi aí que tomou a iniciativa de dar um tempo na profissão.

Ela passou a prestar mais atenção em si mesma e tirou férias. A atriz conta que precisou dar um tempo na carreira para conseguir observar tudo o que estava acontecendo com ela. Priscila conta que sentia muita angústia, desespero e aflição.

Em outros momentos, Priscila se sentiu muito exposta na mídia e se incomodou com isso a ponto de quase desistir da carreira. Ela conta que é uma pessoa muito reservada e foi alvo de muita fofoca. Priscila conta de demorou para entender que ela era um modelo de comportamento que as pessoas seguiam.

Na época em que deu um tempo na carreira, Priscila engravidou e teve o pequeno Romeo que foi capaz de dar uma reviravolta na vida da atriz.