Publicado em: quarta-feira, 26/02/2014

Ator global é preso acusado de roubo enquanto voltava do trabalho

 Ator global é preso acusado de roubo Vinícius Romão de Souza, que ficou conhecido após atuar na novela Lado a Lado, da Rede Globo, em 2012, está preso desde 10 de fevereiro. Acusado de roubo, ele alega ter sido confundido com o verdadeiro assaltante. O caso gerou grande movimentação nas redes sociais, e pessoas próximas ao psicólogo e ator atribuem o caso a preconceito racial por ser negro.

O caso ocorreu no dia 10, no Méier, zona norte do Rio de Janeiro, onde a copeira Dalva Maria da Costa foi assaltada enquanto aguardava o ônibus. Ela permaneceu no local, chorando muito, até ser atendida por um policial que passava pelo local e ofereceu ajuda. Ele levou Dalva em seu carro por algumas ruas da região, até que avistaram Vinícius Romão, que foi identificado por Dalva como sendo quem a assaltou.

Abordado imediatamente pelo policial armado, Vinicius não portava nenhum dos bens de Dalva. Segundo informações, ele estaria voltando de um shopping, onde trabalha como vendedor para complementar a renda. Mesmo sem estar com nenhum dos objetos furtados, o ator foi algemado e levado a um distrito policial no Engenho Novo, onde foi autuado em flagrante pelo roubo. Na sequencia, Vinicius foi encaminhado à Casa de Detenção onde se encontra preso.

Corrida pela liberdade não tem resposta da justiça

O advogado do ator afirmou que esse tipo de situação é bastante comum, especialmente quando a pessoa em questão é negra. A liberdade provisória já foi solicitada em vários requerimentos, mas o advogado afirma que não houve qualquer manifestação por parte do juiz responsável pelo caso. Também foram solicitadas as imagens de uma câmera de segurança localizada em frente ao ponto de ônibus onde ocorreu o crime pelo qual o ator é acusado, mas ainda não houve qualquer resposta para o pedido.