Publicado em: segunda-feira, 21/11/2011

Atmosfera está com concentração recorde de gases de efeito estufa

Em 2010, os níveis de gases de efeito estufa na atmosfera, que causam o aquecimento global, chegaram a um novo recorde. A agência meteorológica da ONU também informou que isso está relacionado ao aceleramento da taxa de crescimento. Os níveis de dióxido de carbono subiram para 2,3 partes por milhão, maiores que a média da última década, de 2 partes por milhão.

As informações são de um novo relatório da Organização Meteorológica Mundial. O secretário-geral da OMM, Michel Jarraud, afirmou que “a carga atmosférica de gases de efeito estufa devido às atividades humanas atingiu níveis nunca antes registrados desde a era pré-industrial”.

O dióxido de carbono contribui cerca de 64% para o aquecimento global e os cientistas atribuem seu aumento à queima de combustível fóssil, ao desmatamento e a mudanças no uso da terra. O metano, produzido pela criação de gados e aterros sanitários, é o segundo gás mais nocivo a atmosfera.

Os resultados são do sétimo boletim de Gases de Efeito Estufa, que foi divulgado antes de uma nova rodada de negociações da ONU sobre o clima, na África do Sul. O evento é um teste para resolver o que os cientistas alertam ser “uma bomba-relógio com um tempo cada vez mais curto”.