Publicado em: quinta-feira, 21/07/2011

Atlântis volta aos EUA e programa dos ônibus espaciais é encerrado oficialmente

Último ônibus espacial da NASA, o Atlântis pousou hoje (21) no Centro Espacial Kennedy, localizado na Flórida. Com o retorno da nave, o programa dos ônibus espaciais da agência americana fechou um período de 30 anos em investimentos no desenvolvimento espacial. A viagem do Atlântis no espaço teve duração de 13 dias, sendo que foi possível estender em 24 horas do plano original quando o ônibus decolou em direção à Estação Espacial Internacional (ISS).

Ao se pronunciar logo quando chegou a Terra, o comandante da última missão, Christopher Ferguson, declarou “obrigado por esse veículo fantástico. A nave está tão perfeita quanto quando voou pela primeira vez. A não ser a porta do banheiro, que abriu um pouco durante a reentrada.” Antes de chegarem à ISS, a equipe da NASA temia que ela ficasse danificada demais com o voo para permitir que fosse usada novamente para retornar. Caso isso acontecesse, a tripulação teria que pegar uma “carona” com os russos.

Com a aposentadoria de todos os ônibus espaciais que foram desenvolvidos pela NASA, a Rússia se tornou oficialmente a única nação com meio de transporte ao espaço. A decisão de terminar com o projeto foi tomada pelo atual presidente americano, Barack Obama.

O motivo para tal iniciativa veio após a explosão do ônibus Columbia, o primeiro que foi usado para viajar ao espaço. Na sequência, os outros ônibus foram realizando suas últimas expedições para concluir algumas das metas estabelecidas com o programa. Porém, o balanço final mostra mais prejuízo do que lucros com os ônibus espaciais. Agora, os Estados Unidos precisam de empresas privadas que invistam no desenvolvimento espacial.