Publicado em: terça-feira, 24/01/2012

Atentados em Bagdá mata ao menos 11 pessoas

Nesta terça-feira, dia 24 de janeiro, uma série de atentados em bairros diferentes de Bagdá deixaram pelo menos 11 pessoas mortas e mais de 70 feridas. As informações são da agência EFE, que afirma que os ataques aconteceram nos arredares da capital, em que há o predomínio xiita. No distrito de Cidade de Sadr, pelo menos sete pessoas morreram e 35 ficaram feridas devido à explosão de dois carros-bomba.

Um dos veículos explodiu na Praça de Masfar, que está localizada logo na entrada da Cidade de Sadr é um ponto onde se encontram os seguidores do bloco político al-Sadr, legal ao radical xiita Moqtada al-Sadr. O outro carro explodiu no centro do distrito. Em Al-Hurriya, no noroeste da capital, a explosão de um carro-bomba matou um civil e deixou outros 13 feridos.

No distrito de Al Shoala, duas pessoas morreram e 18 ficaram feridas com a explosão de outro carro-bomba. Esta localidade também é de predomínio xiita. A fonte entrevistada pela agência informou que pelo menos um policial foi morto, e seus filhos e esposa ficaram feridos em um ataque em que um grupo colocou artifícios em sua casa em Abu Ghraib.

Outras seis pessoas ficaram feridas devido à detonação de uma bomba instalada próxima a ponte de Adhamiya, em Bagdá, em que a maioria da população é sunita. O país está sofrendo com uma onda de ataques desde dezembro, o que coincidiu com a saída dos soldados norte-americanos e uma crise na política iraquiana. Grande parte dos ataques teve como alvo os xiitas.