Publicado em: quinta-feira, 28/07/2011

Atentado na Noruega: Terrorista deve ser julgado em 2012 por crimes contra a humanidade

O julgamento do caso dos atentados terroristas praticados pelo ultradireitista Anders Behring Breivik deve ser realizado em 2012. O total de mortos em ambos os ataques chegou a 76, sendo que um foi planejado com um carro-bomba no centro político de Oslo, capital do país, e o segundo aconteceu em um acampamento juvenil de integrantes do Partido Trabalhista, o qual está na liderança do país. De acordo com o procurador-geral norueguês, Tor-Aksel Busch, a demora para dar início ao julgamento é pela complexidade do caso.

Como ainda existem detalhes que devem ser esclarecidos, Busch afirmou que “a Polícia está em uma constante busca na ilha de Utoeya como no edifício governamental para achar provas. Além disso, muitos dos quais sobreviveram estão sendo interrogados, tudo isso a fim de saber o máximo possível do que ocorreu.” De acordo com ele, a previsão é que o julgamento comece no “início do ano que vem”.

Como o código penal norueguês prevê que a pena máxima por algum dos seus julgamentos seja de até 21 anos de prisão, Breivik poderá ser julgado por crimes contra a humanidade. Nesse caso, o autor confesso dos atentados poderá ficar preso por até 30 anos. O advogado que representa Breivik, Geir Lippestad, afirmou que acredita que seu cliente seja louco, pois demonstra sinais de insanidade.

O norueguês terrorista está preso em regime preventivo pelo período de oito semanas. Dentro destas, quatro devem ser gerenciadas em isolamento, sendo que somente seu advogado e a polícia poderão entrar em contato com Breivik.