Publicado em: terça-feira, 20/09/2011

Atendimento feito por médicos de planos de saúde será interrompido na quarta-feira

Os médicos que são conveniados s diversos planos de saúde decidiram que irá interromper as suas atividades na próxima quarta-feira (21). A decisão foi tomada como uma forma de mobilização e protesto contra as principais operadoras do país. a greve será de 24 horas e foi adotada por 23 estados e pelo Distrito Federal.

Os professionais vem pedindo nos últimos meses que seja feito o aumento no valor pago pelas consultas e demais serviços oferecidos pelos planos de saúde. Outro pedido e que as operadoras parem de interferir na autonomia dos profissionais, como a recusa ou dificuldade de internação aos pacientes.

Os planos que terão as atividades interrompidas foram os que os médios apontam não terem apresentado medidas satisfatórias ou ainda não chegaram a negociar as reinvindicações. A lista de planos afetados foi definida pelos Conselhos Regionais de Medicina. O atendimento aos pacientes de emergência e urgência continuam a acontecer normalmente.

Os únicos estados que não irão participar do movimento é o Amazona, Rio Grande do Norte e Roraima. No site do Conselho Federal de Medicina (CFM) é possível conferir a lista por estados de planos que serão paralisados no dia.