Publicado em: quarta-feira, 05/03/2014

Ataques de raiva aumentam risco de infarto, segundo pesquisa

Ataques de raiva aumentam risco de infartoDizem que pessoas estressadas estão mais propícias a terem doenças cardiovasculares, e a teoria foi comprovada após a publicação de estudos científicos sobre a relação do stress com o acidente vascular cerebral (AVC).

Esta é a primeira vez que cientistas mostraram com bases estatísticas, que as emoções estão fortemente ligadas aos casos de problemas do coração. De acordo com a pesquisa, o indivíduo está muito mais propício de ter ataques cardíacos após algum ataque de raiva, comparado ao estado normal da pessoa, aumentando o risco em 5%.

No caso de AVC, popularmente conhecido como derrame cerebral, o risco aumenta em 4%. Os cientistas alertam que os valores podem aumentar ainda mais quando o indivíduo apresentar problemas vasculares.

Elizabeth Mostofsky, uma das cientistas que desenvolveu o estudo, explica que o risco de um paciente sofrer de acidentes vasculares cerebrais pode aumentar consideravelmente quando tem algum ataque de raiva.

O estudo foi publicado na última terça-feira no “European Heart Journal”, uma das principais revistas sobre saúde. Elizabeth conta que a pesquisa foi realizada com 5 mil pessoas, destas, 800 tiveram AVC e estavam ligados à ataques de raiva. Os dados até então eram pequenos pois as amostragens eram menores e não dava para saber exatamente a relação entre o stress e as doenças.

De acordo com os dados colhidos, um a cada 10 mil pessoas sofrem de ataques cardiovasculares após algum momento de stress, e este número pode quadruplicar em pacientes com alto risco cardiovascular.

No entanto, a pesquisa não traz dados referentes às causas biológicas entre a raiva e AVC, e este será o próximo passo dos cientistas. De acordo com os estudiosos, o estresse aumenta os batimentos cardíacos, tal como a pressão sanguínea, e isto pode gerar qualquer ataque cardíaco. A partir disso, os médicos poderão desenvolver tratamentos para esses pacientes com tendências a ter algum AVC.