Publicado em: segunda-feira, 12/09/2011

Ataque de 11 de setembro foi visto do espaço

Astronauta americano, Frank Culbertson, estava no espaço no dia em que as Torres Gêmeas foram atingidas por um ataque terrorista da Al-Qaeda no dia 11 de setembro de 2001. Imagem divulgada que mostra o momento em que a segunda torre foi atingida por um dos quatro aviões sequestrados comprova que o ataque pôde ser visto do espaço. A nuvem de fumaça por causa da queda da torre chega a passar a ilha de Manhattan.

Culbertson era o comandante da Expedição 3 da Estação Espacial Internacional e estava sobrevoando Nova York quando as torres foram atingidas. Neste domingo (11), os ataques terroristas do 11 de setembro completaram dez anos. Além das Torres Gêmeas, o Pentágono, localizado em Washington, também foi atingido. No total, quatro aviões foram sequestrados e nenhum dos passageiros de nenhum dos voos conseguiu sobreviver. O quarto avião não atingiu o ponto almejado pela Al-Qaeda, grupo terrorista que reivindicou os ataques, pois os passageiros conseguiram dominar o terrorista suicida dentro do avião.

Durante o final de semana, o governo norte-americano realizou diversas homenagens às vítimas e aos seus familiares. No caso dos passageiros que conseguiram controlar o voo, foi levantado um muro no local da queda do avião com o nome de cada pessoa que estava dentro da aeronave.

Na quinta-feira (08), o governo de Nova York afirmou que existia uma ameaça de ataque terrorista na data do aniversário do 11 de setembro. Ao contrário do que aconteceu há dez anos, o governo acreditava que os alvos escolhidos seriam pontes, túneis, entre outras infraestruturas.