Publicado em: quinta-feira, 16/05/2013

Ataque contra comboio da Otan deixa seis pessoas mortas e trinta feridas em Cabul

Ataque contra comboio da Otan deixa seis pessoas mortas e trinta feridas em CabulSeis pessoas morreram, entre elas estão duas crianças, e outras trinta ficaram feridas depois de um atentado suicida durante esta quinta-feira (16) contra um comboio militar da Organização do Tratado do Atlântico Norte (OTAN) no leste da cidade de Cabul, capital do Afeganistão.

Segundo aponta o chefe Mohammad Ayub Salangi da polícia provincial, o ataque foi feito por um terrorista suicida que estava conduzindo um chamado carro-bomba, que chegou a se chocar contra o comboio militar que estava circulando no bairro de Sha Shaeed da capital.

Conforme aponta Salangi, a explosão gerada pelo choque foi de grande potência, o que fez com que os destroços dos automóveis chegassem a atingir a pelo menos uma dezena de moradias de Cabul.

O porta-voz e capitão Dan Eniert da missão da OTAN que está sendo desdobrada no Afeganistão (Isaf), fez a confirmação para a agência Efe de que foi registrada uma grande explosão nesta região, embora ele não tenha oferecido maiores detalhes sobre a quantidade geral de pessoas que foram mortos ou que ficaram feridas, Eniert disse apenas que existe uma investigação que está em andamento para tentar descobrir tudo isto.

Este ataque ocorre durante o pleno processo para a retirada de maneira progressiva das tropas de outros países do Afeganistão. Conforme o calendário, as tropas do Exército do Afeganistão devem assumir a segurança do país por completo já a partir de 2014.

Porém, este processo de retirada das tropas estrangeiras não chegou a diminuir a quantidade de ataques dos insurgentes, seja estes ataques contra tropas da OTAN ou contra forças militares e autoridades do próprio país, o que chega a despertar uma certa inquietação sobre como será o futuro do país em relação a questão diplomática.