Publicado em: sábado, 05/11/2011

Asteróide vai passar perto da Terra na próxima terça-feira

Um asteróide considerado enorme vai passar por perto da Terra na próxima terça-feira (08) em uma aproximação que não representa risco para o planeta, mas que é considerada rara. De acordo com cientistas dos Estados Unidos, a aproximação do asteróide representa uma boa oportunidade para conseguir vê-lo de perto e estudar esse tipo de formação espacial. De característica circular e batizado de 2005 YU55, o asteróide ficará mais perto da Terra do que a própria Lua.

De acordo com o astrônomo da Fundação Nacional de Ciências (NSF, na sigla em inglês), Thomas Statler, “não é potencialmente perigoso, é apenas uma boa oportunidade para estudar um asteróide”. A última vez em que um evento parecido com este aconteceu foi há mais de 30 anos e especula-se que a próxima oportunidade de ver outro episódio semelhante será em 2028. Apesar do tamanho do asteróide, 400 metros de largura, só será possível visualiza-lo com um telescópio.

O astrônomo da NSF explicou “ele não será perceptível a olho nu. Será preciso um telescópio com lente de mais de 15 cm para vê-lo. Para tornar a observação ainda mais complicada, se moverá muito rápido no céu quando passar”. O asteróide foi classificado no tipo C, que apresenta cor de carvão e característica porosa.

O asteróide foi encontrado em 2005 por Robert McMillan, do projeto Spacewatch, grupo que concentra seus estudos na região de Tucson, Arizona (sudoeste). O asteróide prestes a passar pela Terra faz parte de um conjunto de 1.262 outros objetos que giram em volta do Sol