Publicado em: segunda-feira, 20/08/2012

Assange tem acesso à internet na embaixada equatoriana

Assange tem acesso à internet na embaixada equatorianaJulian Assange, fundador do polêmico site WikiLeaks, está na embaixada do Equador em Londres há dois meses. Em seu quarto no local, o ex-hacker possui um chuveiro, esteira para fazer exercícios, micro-ondas e um computador, onde pode utilizar a internet. Na semana passada, Assange recebeu a visita do britânico Vaughan Smith, que afirmou que as condições do australiano são confortáveis, mas rudimentares.

Smith hospedou o fundador do WikiLeaks em sua casa de campo por mais de um ano, quando Assange estava em prisão domiciliar. Smith declarou que o local é melhor do que uma cela na prisão e afirma que é bom que Assange possa ter um computador que lhe permite acessar a internet. O ex-hacker está sendo acusado de agressão sexual e estupro na Suécia, e está na embaixada equatoriana desde junho.

Asilo diplomático

Na última quinta-feira, o governo do Equador aceitou dar asilo diplomático para Assange. De acordo com o governo, o australiano corre o risco de ser levado da Suécia para os Estados Unidos, onde poderá pegar pena de morte por ter publicado documentos sigilosos do país em seu site. Assange ficou famoso no mundo todo justamente por divulgar estes documentos em seu site, em 2010.

Smith afirma que Assange está autorizado a receber visitar e a trabalhar. Smtih diz que o australiano está trabalhando na batalha contra a Mastercard e Visa, que fizeram o bloqueio das contas do site, e também no caso da Suécia. Smith fez um empréstimo de US$ 20 mil para que Assange pudesse pagar sua fiança.