Publicado em: segunda-feira, 01/08/2011

Assalto ao Banco Central chega aos cinemas

Com pré-estreias acontecendo nas salas de cinemas de diversas cidades do país na última semana, o filme Assalto ao Banco Central está oficialmente em cartaz. Com Eriberto Leão, Hermila Guedes, Milhem Cortaz, Lima Duarte e Giulia Gam, o filme é baseado no livro homônimo que conta a história do maior assalto a banco no Brasil e o segundo maior do mundo. O crime aconteceu na cidade de Fortaleza, no Ceará, em 2005.

Apesar de ter usado a história literária para dar base à produção cinematográfica, os críticos de cinema já divulgaram que o filme não é totalmente fiel à história. Para quem leu o livro, essa informação pode ser bem frustrante, pois o esperado é ver nas telonas a reprodução daquilo que foi contado previamente com palavras escritas. De qualquer maneira, vale conferir até que ponto os comentários sobre o filme são verdadeiros ao assistir por conta própria e tirar as conclusões pessoais.

O crime foi realizado no mês de agosto, mas o começo do plano foi marcado no mês de maio. A quadrilha responsável pelo assalto alugou uma casa nesse mês para usar como sede de uma empresa de fachada que comercializaria grama sintética. A maneira para entrar no Banco Central foi por meio de uma escavação de túnel, o qual tinha ar-condicionado e iluminação elétrica.

Para evitar possíveis percalços no caminho, a quadrilha obteve um mapa do subsolo da cidade e, por causa do conhecimento prévio sobre a estrutura do Banco, provavelmente contaram com o apoio de algum funcionário do estabelecimento.