Publicado em: quarta-feira, 23/04/2014

Artistas do “Esquenta” lamentam morte de dançarino do programa

Artistas do Esquenta lamentam morte de dançarino do programaNa tarde da última terça feira, o dançarino de 25 anos Douglas Rafael da Silva Pereira foi encontrado morto no Morro pavão-Pavãozinho, na Zona Sul do Rio de Janeiro. O dançarino era conhecido como DG e atuava na comunidade como motoboy, mas também participava do programa Esquenta!, da Rede Globo, com suas performances. A dança também o levou a participação em shows e DVDs de nomes famosos da música. De acordo com o sambista Leandro Sapucahy, DG participou do DVD Favela do Brasil II – Soldados do Samba e era um menino muito querido na comunidade em que morava, na região de Copacabana.

Dandara de Oliveira trabalha no Esquenta como assistente de palco e não acreditou na notícia sobre o colega de trabalho, lembrando que eles estavam todos juntos, há menos de uma semana, gravando o programa que foi ao ar no último domingo. Ela ainda frisou que era uma notícia muito triste, porque DG era uma rapaz bastante alto atrás e querido por toda a equipe do programa. O colega de palco, Douglas Silva, comentou ainda que estava muito emocionado com a perda do amigo, porque DG era bastante brincalhão com todos e estava com a equipe desde o início do Esquenta. DG deixa uma filha de quatro anos.

Depois da morte do dançarino, que teria sido confundido com um traficante, a UPP Pavão-Pavãozinho acabou sendo atacada. A confusão teria começado durante uma manifestação organizada em decorrência da morte do dançarino. As informações preliminares da Polícia Civil davam conta de que o corpo do dançarino não apresentava marcas de tiros. O corpo de DG foi encontrada em uma creche, depois de uma noite em que houve confusão e tiroteio na comunidade.

A Rede Globo enviou a imprensa um comunicado, informou que a Família Esquenta estaria profundamente triste e abalada com o ocorrido e a morte do dançarino. A nota ainda aponta que com isso o programa perdeu um dos dançarinos mais criativos que já haviam conhecido no palco do programa, integrando o elenco desde a primeira temporada, há quatro anos. A nota encerra afirmando que DG será sempre lembrado por sua alegria e criatividade.