Publicado em: quinta-feira, 23/02/2012

Argentina: acidente com trem é o terceiro pior já ocorrido no país

O acidente com um trem em Buenos Aires, Argentina, nesta quarta-feira (22), é o terceiro pior da história do país. De acordo com informações da Polícia Federal da Argentina, mais de 670 pessoas ficaram feridas e o números de mortos chegou a 50.

As causas do acidente ainda não foram esclarecidas e os responsáveis pela linha férrea afirmam desconhecerem o que pode ter motivado o descarrilamento do trem. A companhia Trenes de Buenos Aires S.A (TBA) disse em um comunicado apenas que lamenta o fato.

Em 1970, duas locomotivas se chocaram em Tigre, cidade que está localizada no norte da Cidade Autônoma de Buenos Aires. Nesta tragédia, 200 pessoas morreram. Em 1978, um trem colidiu contra um caminhão em Santa Fé, causando a morte de 55 pessoas e 56 ficaram feridas. O acidente da manhã de ontem segue com dúvidas quanto as suas causas, porém existem suspeitas de que os freios do trem não tenham funcionado.

Passageiros ouviram que trem estava com falhas mecânicas

A composição estava a uma velocidade de 20 km/h, sendo que o trem descarrilou e colidiu com uma barreira de contenção na estação de Once. Alguns passageiros afirmaram que estavam desistindo de viajar porque ouviram, no momento do embarque, que a composição estava com falhas mecânicas. No entanto, o delegado que investiga o caso afirmou que o trem tinha passado por uma vistoria na terça-feira.

As pessoas que precisam pegar a condução com frequência contam que a viagem nos trens da companhia não é nada agradável, sendo que muitas vezes eles viajam com animais e as portas da composição não fecham. Alguns afirmam ainda que a empresa não realiza manutenção nos trens. Rubén Sobrero, dirigente ferroviário, afirma que os funcionários já reclamaram e denunciaram as péssimas condições dos trens e trilhos.