Publicado em: terça-feira, 20/09/2011

Aproximadamente 400 mil pessoas são recomendadas a abandonarem suas casas no Japão

Autoridades japoneses orientam que as pessoas deixem suas casas devido a aproximação do Tufão Rocke e da previsão de tempestade torrencial nos dias seguintes, com desabamentos e inundações. Aproximadamente 400 mil pessoas devem deixar suas casas na região central do Japão.

De acordo com especialistas na área, o Tufão Rocke avança lentamente, indicando ventos que chegam aos 144 quilômetros por hora. Por isso a desocupação dos locais não é obrigatória, apenas uma recomendação. O alerta foi anunciado nesta terça-feira, dia 20 de setembro, pela cidade de Nagoya.

O Japão já passou por outras tragédias naturais esse ano. No começo de setembro, o Tufão Talas passou pelo Oeste japonês, deixando mais de 100 vítimas fatais e desaparecidos. No mínimo 4.500 pessoas perderam suas residências e permaneceram sem o abastecimento de água e energia elétrica.

Há aproximadamente seis meses, o país foi atingido por um terremoto seguido de tsunami, aumentado por acidentes com radiação na área da Usina de Fukushima Daichii. As autoridades japonesas, até hoje, tentam reconstruir o Japão e ajudar os moradores a reorganizarem seu dia-a-dia.