Publicado em: quarta-feira, 07/11/2012

Apple vai ter que pagar US$ 358 milhões por violação de patente

Apple vai ter que pagar US$ 358 milhões por violação de patenteA gigante Apple perdeu um processo e terá que pagar US$ 358 milhões por ter violado a patente que faz referência ao tipo de tecnologia utilizada para chamadas de vídeo FaceTime, que está sendo utilizada no iPhone, bem como no iPad e também no iPod Touch, que é da empresa VirnetX. O porém é que a Apple ainda pode recorrer, o que quer dizer que o processo não foi definido. A vitória foi para a VirnetX por que o juiz do estado do Texas, Leonard Davis, entendeu que a maçã teria utilizado este tipo de tecnologia que é de “rede privada virtual”. Foram julgadas quatro patentes que fazem referência ao acesso de segurança como as redes que são privadas e virtuais. Elas são usadas como garantia da privacidade deste tipo de chamada de vídeo.

A Apple afirmou que não concorda com a decisão e garante que não infringiu as patentes. Mas o juiz teve a impressão de que a VirnetX, que está com este processo aberto desde o ano de 2010, quando teve argumentos muito mais válidos, mas que não irá receber pelo valor que pediu inicialmente (US$ 708 milhões) e sim US$ 368,2 milhões.

O advogado da maçã afirmou que a empresa não possui o direito de receber qualquer tipo de dinheiro por um tipo de tecnologia que não foi inventada por eles. Mas o advogado da empresa que abriu o processo declarou que os responsáveis por desenvolver o programa afirmam que viram quando as patentes foram violadas, já que a Apple não “presta a tenção nelas “ na hora em que decide desenvolver algum tipo de produto.

A VirtnetX alegou que vai abrir outra ação para que a Apple não possa mais utilizar as tecnologias que foram patenteadas. Esta mesma empresa já ganhou um processo contra a Microsoft quando a companhia usou o tipo de tecnologia VPN.