Publicado em: quarta-feira, 05/03/2014

Apple cria sistema operacional para veículos

Apple cria sistema operacional para veículosNesta segunda-feira, 3 de março, a Apple anunciou o lançamento do sistema operacional CarPlay, exclusivo para automóveis. Com ele, os usuários podem integrar o iPhone ao carro, utilizando comandos de voz. O CarPlay começará a ser disponibilizado para venda durante a Feira do Automóvel, que acontece na Suíça entre 6 e 16 de março.

A primeira menção da Apple ao novo sistema operacional aconteceu ainda em 2013, quando ele foi chamado de iOS In The Car. Inicialmente, o sistema operacional será comercializado em modelos da Volvo, Mercedes Benz e Ferrari. Em seguida será a vez de Ford, BMW, Hyundai, Honda, Toyota, General Motors e outras.

Funcionamento

O sistema operacional CarPlay integra o iPhone e suas funcionalidades ao painel do veículo e aos alto falantes. É possível controlar as funções por toque ou comando de voz. Será possível, por exemplo, ativar a assistente de voz Siri através de um botão no volante.

Dentre os recursos oferecidos pelo CarPlay estão a possibilidade de ditar mensagens de texto, acessar o email, fazer ligações, ouvir músicas e muito mais. O sistema também oferece informações sobre locais próximos, como hotéis, restaurantes e outros.

Segundo a Apple, em comunicado, o CarPlay permitirá que os usuários tenham todas as funcionalidades do iPhone no carro, de maneira muito mais acessível. Nas versões 5, 5S e 5C do iPhone, o CarPlay estará disponível para integração em uma atualização do iOS 7.

Concorrência

No início do ano, em Las Vegas, na Consumer Electronics Show (CES) – maior feira de tecnologia do planeta -, o Google anunciou a criação de uma parceria com Hyundai, Honda, General Motors e Audi, além da Nvidia, fabricante de chips. O objetivo desta parceria foi a criação da Aliança Automotiva Aberta, que tem a intenção de utilizar o sistema operacional Android em veículos ainda em 2014.

Tendência

A preocupação da Apple e do Google em firmar parcerias no setor automotivo não é por acaso. As montadoras acreditam que, em no máximo dois anos, a conectividade dos veículos passará a ser um fator crucial na hora de os consumidores escolherem seus carros. Estima-se que, até 2019, já estejam circulando no mundo algo em torno de 60 milhões de veículos conectados.

O passo inicial para lançar esta nova tendência é levar a internet aos automóveis, além de permitir que eles sejam integrados a smartphones e tablets. Por isso há a necessidade urgente, para as montadoras, de desenvolver sistemas operacionais para veículos.

O próximo passo, de acordo com as expectativas das montadoras, será iniciar o lançamento em larga escala dos chamados carros autônomos, que funcionarão com piloto automático, dispensando a necessidade dos motoristas. General Motors e Nissan são as primeiras montadoras a investir pesado neste novo tipo de tecnologia. Contudo, curiosamente, o modelo mais conhecido no momento não é de uma montadora, mas do próprio Google. A expectativa da empresa é de que o seu carro autônomo seja lançado, no máximo, até 2019. Não há, entretanto, estimativas concretas para que os carros inteligentes se tornem de fato populares nos próximos anos.