Publicado em: segunda-feira, 26/01/2015

App Moovit recebe US$ 50 milhões e quer triplicar cidades no Brasil

Muitos motoristas já tratam hoje o Waze como um serviço de copiloto. Entretanto, é o Moovit que faz muito sucesso, sendo o copiloto para quem usa o transporte público no Brasil. O transporte coletivo conta em todo o país com mais de 3 milhões de usuários. Essa ferramenta está fazendo sucesso com informações sobre o transporte coletivo e conta no Brasil com um dos maiores públicos no aplicativo. O Moovit já conta com 15 milhões de usuários em 45 países onde já atua.

O Moovit é voltado ao setor do transporte e foi criado em Israel. Entretanto, os itinerários do Moovit e do Waze, que é para motoristas, acabam se cruzando em muitos momentos. O fundador do Waze integra o conselho de diretores do Moovit. O vice presidente global de marketing do Moovi, Alex Torres, afirma que mesmo assim não é possível fazer comparações entre o aplicativo e o Waze. De acordo com ele, os serviços se diferem especialmente pelo público alvo, um para usuários do transporte público e outro para motoristas. App Moovit recebe US$ 50 milhões e quer triplicar cidades no Brasil

Entretanto, ele reconhece que não faria mal ao aplicativo Moovit se ele ficasse conhecido como o Waze do transporte público. Especialmente porque o Waze já foi comparado pelo Google por mais de um bilhão de dólares no ano retrasado, devido justamente a relação que os usuários brasileiros tem com o aplicativo. Ele comemorou a comparação com o Waze, que j;a faz sucesso no Brasil. O Moovit já está presente em cerca de 300 cidades no mundo todo, tendo recebido recentemente um investimento de R$ 50 milhões. O dinheiro foi aplicado por companhias como BMW e Nokia, além de um fundo de investimento em startups.

O aplicativo exibe hoje rotas rápidas para quem está usando o transporte público em mais de 38 municípios no Brasil. Em todo o mundo, essa já é a maior quantidade de cidades que o aplicativo possui em apenas um país. A expectativa é que com esse investimento, o número de cidades cobertas pelo aplicativo dobre ou mesmo triplique no Brasil. A ideia para o futuro é também fortalecer o funcionamento em países como Itália, França, Alemanha e Estados Unidos. Os diretores também querem ampliar a presença em países da Ásia, como Japão, Índia e também Indonésia. No Brasil, já estão sendo assinados acordos com orgãos de transporte nos municípios, para garantir acesso às informações do sistema público de transporte. Outras informações são obtidas com os próprios usuários, dando ao aplicativo um tom mais colaborativo.