Publicado em: quinta-feira, 13/03/2014

Após três meses de suspensão, MEC libera retorno das atividades do curso de jornalismo da UFPR

Após três meses de suspensão, MEC libera retorno das atividades do curso de jornalismo da UFPRFoi revogada a decisão que suspendia o curso de jornalismo da Universidade Federal do Paraná (UFPR). O primeiro anúncio foi feito diretamente aos alunos, via redes sociais, ainda na terça-feira (11), e foi oficializado no dia seguinte, em entrevista coletiva.

O Ministério da Educação (MEC) suspendeu as matrículas devido às baixas notas alcançadas no Conceito Preliminar de Curso (CPC) em 2012. Esta sanção havia sido publicada pelo MEC no Diário Oficial da União em 6 de dezembro do ano passado, quando divulgou lista com cursos superiores que teriam o vestibular suspenso ou fechado.

A avaliação do CPC acontece a cada três anos, e a penalidade foi aplicada àqueles cursos que tiveram baixo desempenho nas últimas duas edições, em 2009 e 2012. Com escala de 1 a 5, os desempenhos abaixo dos 3 pontos são considerados insatisfatórios pelo MEC.

O argumento utilizado pela UFPR para o nível abaixo do esperado no Conceito Preliminar de Curso foi a evasão dos alunos no Exame Nacional de Desempenho de Estudantes (Enade) nos dois anos. Por conta disso, a universidade pediu que o MEC reconsiderasse a punição.

Reavaliação e correria para matrículas

Uma comissão do MEC esteve, nos dias 24 e 25 de fevereiro, avaliando o curso da UFPR e analisando o protocolo de compromisso da instituição. O curso de jornalismo foi um dos mais disputados da instituição, com 26,04 candidatos por vaga e 25 aprovados que ainda não puderam começar a estudar.

Mesmo com a aprovação da retomada das atividades, a UFPR ainda terá de atender algumas solicitações do MEC para melhorar o curso, como a transferência de campus da biblioteca de jornalismo. Os livros do curso ficam na reitoria, enquanto as aulas acontecem no campus Juvevê.

Os aprovados no curso de jornalismo da UFPR precisam realizar a matrícula até a próxima sexta-feira (14). As aulas devem ter início já na segunda-feira seguinte. Os demais alunos da universidade começaram as aulas em 17 de fevereiro.