Publicado em: quinta-feira, 29/08/2013

Após oito meses que foi anunciado projeto de Universidade Livre ainda está no papel

Após oito meses que foi anunciado projeto de Universidade Livre ainda está no papelO projeto Universidade Livre, que consiste em tornar disponível aulas na Internet, além de palestras que seriam realizadas em Universidades federais ainda não têm uma data específica para ser lançado, esse projeto foi um comprometimento que o ministro da educação Aloizio Mercadante fez no início do ano e ressaltou que o projeto sairia já no primeiro semestre de 2013, o que não aconteceu.

Este comunicado de Mercadante ocorreu no dia 16 do mês de Janeiro desse ano, nesta ocasião o Professor conhecido por ministrar um número superior a 3.000 aulas pela internet, Salman Khan estava visitando o Brasil. As aulas de Khan são totalmente gratuitas.

Mercadante informou na época, que a Universidade Livre estava em fase de análises tecnológicas, onde o governo procurava avaliar a melhor maneira de colocar esses conteúdos na internet, esse projeto estaria disponível para utilização ainda no primeiro semestre, segundo o ministro.

Atualmente a Universidade Livre ainda está em fase de elaboração com a participação de universidades e também órgãos do governo, além das secretarias, com isso a implantação do projeto não tem data para acontecer, de acordo com informações passadas pelo Ministério da Educação, o projeto está seguindo em frente e está sendo coordenado pela secretaria de educação básica.

Algumas universidades estaduais do Brasil já seguem o modelo americano que disponibiliza conteúdos na web, para isso algumas dessas universidades já tornam disponíveis em sites em que qualquer pessoa pode acessar algumas de suas aulas e palestras, que ocorrem no interior das mesmas.

A Universidade de São Paulo disponibiliza aulas e palestras ministradas em seu campus em um site da própria Universidade, já a Universidade Estadual Paulista tem seu conteúdo disponível para consulta em um site aberto, lá também existem livros para download, a Unicamp foi quem aderiu a esse sistema mais tardiamente, somente no mês de abril desse ano eles começaram a disponibilizar conteúdo na internet.