Publicado em: segunda-feira, 17/02/2014

Após empate, Mano pede atacante experiente

Após empate, Mano pede atacante experienteNa tarde deste domingo, 17 de fevereiro, o Corinthians esteve muito próximo de voltar a vencer. E, para melhorar ainda mais, os três pontos viriam contra um dos maiores rivais, o Palmeiras. Mas, aos 38 minutos da etapa final da partida, o alviverde conseguiu o empate com Alan Kardec. Assim, o Corinthians segue na última posição de seu grupo, agora dois pontos atrás do Audax, que tem a quarta posição.

Ataque

Apesar do gol sofrido já na reta final do jogo, após a partida o técnico Mano Menezes teve o ataque como seu principal foco de preocupação. Neste domingo, a dupla de ataque foi formada por Guerrero e Romarinho. O peruano teve um desempenho ruim no clássico, permanecendo apagado em campo. Romarinho, por sua vez, foi o responsável pelo gol alvinegro. No banco de reservas, a única opção ofensiva era Paulo Victor, jovem de 20 anos.

Devido a esta carência no setor, Mano Menezes não escondeu a necessidade de se contratar, de maneira urgente, um atacante com experiência. Neste domingo, Emerson Sheik cumpriu suspensão automática. Embora estivesse consciente de que a equipe precisava de alterações no setor ofensivo, Mano preferiu não colocar Paulo Victor em campo, para evitar o risco de “queimar” o atleta.

Reforços

Após o jogo, Mano Menezes afirmou que o Corinthians precisa de mais jogadores para o ataque, que tenham características como velocidade e drible. Assim, será possível encontrar espaços em defesas bem posicionadas, como a do Palmeiras. O técnico do Corinthians mencionou Luciano, do Avaí, que foi contratado recentemente pelo alvinegro. Contudo, Luciano também é jovem e pouco experiente.

Os comentários de Mano Menezes contrariam a nova filosofia do Corinthians, que tenta se desfazer dos “medalhões” e investir em jogadores jovens e pouco conhecidos. Neste início de temporada, o Timão já se desfez de Ibson, Alexandre Pato, Douglas, Paulo André e outros. De acordo com o técnico alvinegro, o Timão já está em busca de um jogador que atenda às características buscadas para o ataque do clube, mas ainda não há opções concretas. Além da experiência, o possível novo atacante precisa estar em condições de já entrar em campo.

Pressa

O Corinthians tem pressa em integrar rapidamente seus novos reforços. Foi o que aconteceu com Jadson, ex-São Paulo, e Bruno Henrique, que estava no Londrina. Os dois chegaram ao Timão recentemente, tendo iniciado seus treinos somente na última segunda-feira. Contra o Palmeiras, os dois jogadores foram titulares. Bruno e Jadson se tornaram exemplos para o treinador do Corinthians, que quer mais atletas capazes de se entrosar com facilidade.

Embora tenha sido melhor do que o Palmeiras em boa parte do clássico deste domingo, o Corinthians acabou desperdiçando muitas oportunidades. O Timão, agora com oito pontos em oito jogos, vê as chances de classificação cada vez mais distantes. Há três rodadas, o Timão estava empatado com o Ituano, com seis pontos cada. Agora, a equipe de Itu, segunda colocada do grupo, está com 15 pontos, sete a mais do que o Corinthians.