Publicado em: quinta-feira, 13/12/2012

Após confusão e apenas 45 minutos, São Paulo conquista a Copa Sul-Americana

Após confusão e apenas 45 minutos, São Paulo conquista a Copa Sul-AmericanaA noite da última quarta-feira (12) ficará marcada na memória de muitos são-paulinos. Isso porque o Tricolor Paulista voltou a erguer uma taça novamente e faturou o título da Copa Sul-Americana. Entretanto, a partida não chegou ao fim e foi encerrada pelo árbitro antes do início do segundo tempo. Tudo isso por que o Tigre-ARG, adversário do São Paulo na final, se recusou a voltar a campo. Mas durante o primeiro tempo o tricolor vencia por 2 x 0 e o estádio estava lotado, eram mais de 67 mil pessoas.

Toda a confusão começou no final do primeiro tempo. Após o apito do arbitro chileno Enrique Osses, Lucas foi tirar satisfação com um jogador argentino por conta de uma cotovelada durante o jogo e mostrou um algodão cheio de sangue. Os dois começaram a discutir e Wellington chegou para separar a confusão. Mas ela acabou se tornado generalizada e envolveu todos os jogadores. Depois de muito empurra-empurra, o zagueiro Paulo Miranda, do São Paulo, e Diaz, do Tigre, acabaram expulsos.

Após os 15 minutos de intervalo os jogadores argentinos não voltaram a campo. Segundo eles, não havia segurança no Morumbi e eles foram intimidados por seguranças da equipe paulista e também por policiais militares. Membros da comissão técnicas do Tigre afirmaram que dois jogadores foram agredidos e deixaram marcas de sangue no vestiário.

Coma a bola rolando o São Paulo foi muito superior durante todo o jogo. Mesmo sem ter criado grandes chances, o time dominou as ações e marcou na primeira vez que chegou com perigo. Aos 22 minutos, Jadson lançou William José que rolou para Lucas marcar de canhota. O menino se despediu do time com um gol e com o título. O camisa 7, inclusive, foi o melhor em campo e também começou a jogada do segundo gol. Em bela jogada individual, Lucas rolou para Osvaldo que deu um leve toque por cima para marcar o segundo.